Ataque DDoS

Ataque DDoS: conheça os principais e saiba como evitar

Powered by Rock Convert

Ataque DDoS, Distributed Denial of Service Attack ou ataque distribuído de negação de serviço — em bom português — é um tipo de ataque que visa inviabilizar a utilização de uma rede, representando um dos maiores problemas modernos de segurança.

Estima-se que o número de ataques desse modelo aumentou 180% apenas em 2019, e a tendência é que continue crescendo. Mas o que realmente acontece com as suas redes em um ataque DDoS, por que ele ocorre e como mitigá-lo na sua empresa?

Continue a leitura para descobrir todas as respostas!

O que são os ataques DDoS e quais seus objetivos?

Os ataques DDoS consistem em tentativas mal intencionadas de floodar um serviço, fazendo múltiplos acessos para que o tráfego elevado exponha os limites do servidor de quem oferece o serviço, causando inatividade.

A principal maneira de cometer esse tipo de ataque é pela sobrecarga. Hackers programam robôs para multiplicarem os acessos a um determinado serviço, a fim de fazer com que ele pare.

Ataques DDoS funcionam devido a natureza da infraestrutura da web. São como um engarrafamento, que bloqueia uma estrada e impede que o tráfego normal e legítimo feito pelos seus clientes chegue ao destino final, seja ele um site, aplicação ou serviço.

Quais são os principais tipos de ataques DDoS?

Embora todos os ataques DDoS funcionem de maneira parecida ao que citamos no tópico anterior, existem várias formas de fazer os servidores de um negócio parar, prejudicando o tempo de resposta de um provedor.

Abaixo, você conhece as estratégias mais populares utilizadas por hackers para desencadear um ataque DDoS.

Ataque à camada de aplicação

Trata-se do estilo mais simples e comum de ataque DDoS. O ataque à camada 7, a sétima camada do modelo de OSI, tem como objetivo esgotar os seus recursos.

A ação é direcionada às camadas onde páginas na web são geradas e entregues, começando com solicitações HTTP. Esse modelo de ataque tem bastante popularidade, afinal de contas a execução de solicitações HTTP é uma tarefa barata. De quebra, trata-se de algo muito difícil de defender, pois identificar o tráfego como mal intencionado leva tempo.

Inundação de HTTP

Um ataque de flood, ou inundação, é semelhante ao ato de apertar a tecla F5 em um navegador constantemente. Trata-se de um grande número de solicitações HTTP inundando um servidor.

Esse ataque pode ser tão simples quanto um grupo de pessoas mal intencionadas acessando a URL de modo frequente, ou tão complexo que é capaz de envolver o uso de inúmeros bots.

Ataques de protocolo

Outro método comum para atacar um servidor é o ataque de protocolo. Esses são ataques de exaustão, provocando interrupções em serviços e consumindo toda a capacidade disponível para aplicações web ou até recursos intermediários, como firewalls e balanceadores de carga.

Como se prevenir?

Os primeiros ataques DDoS evoluíram muito, chegando até o que representam hoje. Por isso, suas táticas de defesa contra esse desafio também precisam receber otimizações constantes.

Confira quais são as melhores práticas para prevenir ciberataques como o DDoS.

Desenvolva um plano para prevenir e reagir a ataques DDoS

Para evitar a perda de dados é necessário, antes de tudo, traçar um plano para prevenir e reagir a ataques DDoS.

O plano deve começar com uma avaliação da segurança das suas redes atuais. Ela precisa incluir possíveis problemas de infraestrutura e software, bem como soluções inteligentes utilizadas pela sua empresa para impedir os ataques DDoS.

Esse passo é fundamental pois, quando um ataque DDoS acontece, a melhor coisa que a sua corporação pode fazer é recorrer ao plano. A tomada de decisões no calor do momento significa um alto risco de piorar a situação.

O ideal é que o plano de respostas de incidentes da sua empresa, porém, vá bem além dos ataques DDoS. Inclua soluções de backup para outros tipos de perdas — ocasionadas pela ação de agentes naturais, por exemplo.

Seu data center deve estar pronto, e a equipe devidamente informada acerca do papel que executará em um momento de tanta tensão para tentar restabelecer o serviço. Um bom plano de recuperação de desastres consegue economizar meses de stress para o seu time de TI, sem falar nos benefícios ao cliente.

Para confeccioná-lo, siga os três passos abaixo:

  1. Crie uma lista de verificação de sistemas. Essa lista ajuda a monitorar e identificar ameaças avançadas, ferramentas e hardware que podem ser utilizados como porta de entrada para o ataque DDoS.
  2. Forme uma equipe para responder ao ataque DDoS. Atribua papéis para cada um dos membros dela e invista em treinamento para que todos estejam atualizados sobre as mais recentes tendências em ataques DDoS e as respectivas prevenções.
  3. Faça uma lista de notificações. Nela devem contar os contatos de emergência daqueles que precisam ser avisados na sua equipe sobre um ataque DDoS — como os membros do time de resposta e contenção, o gestor da TI e clientes importantes, que podem sofrer com o mesmo problema. Na lista também precisam figurar seus fornecedores de segurança de TI, se existirem.

Proteja sua infraestrutura de rede

Para conseguir mitigar os ataques DDoS a longo prazo, é fundamental realizar um bom investimento na infraestrutura de redes do seu negócio. Estratégias de proteção em vários níveis representam a única maneira de combater o problema de fato.

Sistemas de prevenção a acessos não autorizados e de gerenciamento de ameaças, que combinam firewall, VPN, antisspam e antimalware, filtragem de conteúdo e balanceamento de carga, por exemplo, consistem em ótimos lugares para iniciar. Juntos, eles garantem mais segurança para a sua rede, além de formas de identificar de onde vieram os ataques e fazer manutenção naquelas áreas da TI.

Hoje em dia, boa parte dos equipamentos de rede padrão utilizados por um provedor vêm com opções de mitigação de DDoS. Os serviços adicionais podem ser terceirizados com outsourcing de TI, uma excelente alternativa para marcas de pequeno e médio porte.

Vale ressaltar, aqui, um ponto da sua infraestrutura de redes que jamais deve ser negligenciado: as atualizações de segurança. Promovê-las assim que disponíveis é a melhor estratégia para evitar que os sistemas tenham aberturas pelas quais hackers consigam executar ataques DDoS. 

Mas atualizar a infraestrutura de hardware cumpre um papel semelhante a atualizações de software na prevenção dos ataques, e também deve aparecer entre as suas prioridades.

Mantenha uma arquitetura de rede segura

Uma boa arquitetura de rede representa um aspecto vital para a segurança contra ataques DDoS. Isso acontece porque, quando uma empresa tem uma série de recursos de rede redundantes, ela pode se ancorar neles durante um ataque para manter bons níveis de serviço aos clientes.

Ao abordar provedores de internet, que pagam caro pela indisponibilidade dos seus serviços, seja em reputação ou com descontos para o tempo de inatividade oferecidos em conta, essa qualidade ganha ainda maior relevância.

Por isso, o melhor que a sua empresa pode fazer é contar com múltiplos servidores, em diferentes localizações geográficas. Quanto mais bem espalhada for a infraestrutura de TI, mais difícil será comprometê-la por inteiro.

Utilize a nuvem a seu favor

Você já utiliza a nuvem na gestão de TI? Em caso de resposta negativa, é hora de começar. O recurso tem capacidade para virar um grande parceiro do seu negócio no processo de evitar ataques DDoS.

Atualmente, é possível terceirizar a proteção anti-DDoS da sua empresa para provedores de serviços baseados na nuvem, como a Aloo Telecom.

A nuvem, além de contar com mais largura de banda e recursos avançados do que as redes privadas, consegue lidar melhor com a magnitude dos ataques DDoS atuais. Por isso, sua mera implementação já ajuda a não depender exclusivamente do hardware local, o primeiro a falhar num ataque DDoS.

A nuvem ainda traz outras vantagens. Por se tratar de um recurso difuso, os aplicativos que funcionam nela podem absorver tráfego malicioso antes que este chegue ao destino pretendido.

Serviços de nuvem também contam com mais profissionais dedicados a evitar e prevenir ataques DDoS, como engenheiros de software que monitoram a web apenas para entender melhor como estes ataques funcionam.

Fale com o seu prestador de serviços sobre soluções anti-DDoS na nuvem e conheça as opções que ele oferece.

Saiba como identificar um ataque DDoS

Falamos bastante dos ataques DDoS até aqui, definindo o que eles são, motivos pelos quais acontecem e estratégias de prevenção capazes de impedi-los. Mas será que a sua equipe de TI sabe identificar que um ataque DDoS está acontecendo?

Vários problemas de rede se assemelham a um ataque DDoS. Assim como outras ameaças virtuais, o tempo de resposta é vital visando a minimização do tamanho do prejuízo que o ataque pode causar.

Fique atento aos seguintes sintomas se quiser evitá-los:

  • lentidão na rede;
  • conectividade falha com a intranet;
  • desligamento intermitente de sites;
  • falta de desempenho prolongada.

Alguns dos problemas acima também costumam aparecer por conta de outros erros de configuração da sua rede. Mas quando eles surgem em grupo e parecem se intensificar com o passar do tempo, o ataque DDoS tende a estar entre os principais suspeitos pela oscilação nas redes da empresa, exigindo uma investigação o quanto antes.

Considere a contratação de um serviço para evitar ataques DDoS

Existe hoje no mercado uma série de serviços, conhecidos como DDoS as a Service, que prometem evitar os ataques DDoS em websites e aplicações online.

Recursos como o CloudFare, por exemplo, se encaixam nessa categoria. Vale a pena, portanto, pesquisar a respeito de opções nessa linha.

Implemente melhores práticas de segurança de redes

O monitoramento de rede consiste na melhor maneira de assegurar que os ataques DDoS não acontecerão por debaixo do seu nariz. Para conseguir utilizá-lo a seu favor, porém, é preciso que essa prática receba orientação via dados.

Aí entram as KPIs de monitoramento de redes, que vão ajudá-lo a determinar se a segurança digital do seu negócio é tão boa quanto a física — ou quem sabe ainda melhor.

Entre as KPIs que demandam análise no monitoramento de redes com objetivo de evitar ciberataques, aparecem:

  • entropia de Shannon — quando os valores da entropia dos endereços de origem e destino são observados em um determinado intervalo sofrendo alterações exponenciais, esses montantes podem ser conectados a um ataque DDoS que utiliza técnicas, como o spoofing, para se propagar;
  • divergência — as medidas de divergência no cálculo da entropia da rede permitem a identificação de mudanças abruptas no sistema. Se o número de pacotes destinados a um endereço cresce repetidamente, percebe-se em serviços de monitoramento a partir de nomeação como possível ataque DDoS caso nenhuma outra causa seja atribuída;
  • limites de segurança — os limites de segurança têm utilidade para notar anomalias originadas pelos ataques. Desvios fora do padrão representam sinais prováveis de um ataque DDoS.

Sofri um ataque. E agora?

Sofreu um ataque DDoS? Teme que ele aconteça e você não saiba o que fazer? Veja como reagir para enfrentar o problema.

Siga seu plano para mitigar o ataque

A melhor estratégia para mitigar um ataque DDoS consiste em seguir o plano traçado para lidar com o contratempo. Portanto, este é o primeiro e mais importante passo na prevenção, como você já viu aqui.

Sem um plano, sua empresa pode passar por novos problemas, ainda piores do que o oriundo do ataque inicial, inclusive. Por isso, siga a risca o que estabeleceu previamente.

Esteja preparado para ataques a qualquer momento

Os ataques DDoS não acontecem apenas em horário comercial. É preciso estar atento neles a todo momento. 

Ferramentas de monitoramento de redes e de tráfego são grandes parceiras para isso. Elas enviam, automaticamente, notificações quando o tráfego de rede for suspeito ou incomum.

Conte com ajuda de um especialista

Se acha que a sua TI não tem a expertise necessária para lidar com um ataque DDoS, considere elencar um especialista para ajudá-lo na tarefa. Promover o outsourcing da sua TI é uma das maneiras de executar essa parte do seu plano de mitigação de DDoS.

A proteção de redes contra ameaças cibernéticas, incluindo o ataque DDoS, é uma das prioridades da Aloo Telecom. Por isso, contamos com as tecnologias mais modernas, como a Aloo Cloud, para evitar que o seu negócio passe por esse problema. Siga as dicas do conteúdo e busque soluções viáveis!

Gostou do post? Foi útil para você? Então aproveite a visita ao blog e fale com um de nossos experts para descobrir como podemos ajudar!

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Receba conteúdos exclusivos da Aloo no seu e-mail!

Cadastre seu e-mail para receber nossos conteúdos exclusivamente.

Email registrado com sucesso

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.