Link dedicado ou banda larga

Link dedicado ou banda larga: entenda qual opção escolher

Powered by Rock Convert

Hoje em dia é inimaginável viver sem conexão à internet. E para se conectar, claro, é preciso plugar os notebooks, computadores, tablets, smartphones e outros dispositivos a um provedor de acesso. Nesse cenário, muitas empresas se deparam com a seguinte dúvida: link dedicado ou banda larga?

Vale enfatizar que, independentemente do tipo da conexão, é imprescindível que as empresas contem com uma operadora de telecomunicações licenciada a ANATEL, para que possa ofertar os pacotes de serviços de internet.

Poucos sabem a diferença entre link dedicado e banda larga e do que se tratam essas tecnologias. É por isso que vamos esclarecer todas as questões relacionadas ao tema ao longo do texto a seguir. Continue acompanhando e aproveite. Boa leitura!

O que é banda larga?

A banda larga, famosa internet compartilhada, consiste no uso compartilhado de um mesmo caminho até o provedor de acesso a rede. Com inúmeros usuários tentando trocar informações e dados de forma simultânea, o sinal fica bem concorrido e precário.

A consequência é a redução da velocidade, causando oscilações, interrupções, congestionamentos e quedas da conexão. Os usuários também correm o risco de precisar aguardar 48 horas para o restabelecimento completo do serviço, por exemplo.

Quando o problema tem relação ao desempenho, a resolução costuma levar semanas, devido à necessidade de troca de alguns equipamentos para conseguir atender o aumento do nível de compartilhamento.

E o link dedicado?

O link dedicado, conhecido também como IP dedicado, é uma possibilidade para as empresas que precisam de conexões seguras, privadas e com velocidade alta, além de disponibilidade constante.

O IP dedicado estabelece uma conexão criada de maneira privativa entre seu empreendimento e a internet (rede pública), a qual opera com uma velocidade de tráfego bastante superior às outras opções do mercado, sempre 24 horas por dia.

Muitas vezes, esse tipo de conexão é confundido com a banda larga. No entanto, há inúmeras diferenças envolvendo os dois modelos, conforme veremos no tópico a seguir.

Quais as diferenças entre link dedicado e banda larga?

Uma dúvida comum para quem está começando a conhecer os termos é: banda larga e link dedicado são a mesma coisa? Não, não são. Por isso, para decidir a melhor opção para sua empresa, é importante identificar as principais diferenças dos dois modelos.

Em primeiro lugar, destaca-se um ponto primordial a respeito da conexão de rede: ela se baseia em trocas de informações entre servidores, onde dados são enviados e recebidos de forma contínua.

No link dedicado, isso acontece a partir de um caminho totalmente exclusivo. Em outras palavras, é como se a sua companhia enviasse as informações por uma estrada privada, em que não existem mais pessoas circulando, ou seja, não há risco de congestionamentos.

Na banda larga, os diversos usuários recebem e enviam dados continuamente, fazendo com que suas informações, muitas vezes, tenham a velocidade de recebimento e de envio reduzida. Gargalos também surgem com frequência, como a sobrecarga do tráfego.

Podemos dizer que essa é a grande distinção, porém existem outras. Confira, na sequência, as principais!

Qualidade de conexão

No link dedicado, o caminho pertence somente à sua empresa, então não há redução no fluxo de dados por conta da sobrecarga no tráfego. Dessa forma, é possível ter um acesso bem mais seguro, estável e com uma agilidade maior. Na banda larga, como a banda é dividida com outros usuários, existe uma chance considerável de indisponibilidade e quedas.

As indisponibilidades no uso pessoal são complicadas e desagradáveis, mas nem tão prejudiciais. Agora, quando se fala do mundo corporativo, poucos minutos de queda de conexão podem gerar enormes prejuízos financeiros. Por isso, é importante considerar esse ponto na hora de escolher um tipo de conexão para seu negócio.

IPs variáveis e fixos 

Esse é um ponto que deve ser ressaltado até mesmo para segurança e controle da sua empresa: o link dedicado, geralmente, trabalha com a possibilidade de ter um IP fixo para a marca.

Ele não sofre modificações, mesmo que o modem seja reiniciado. Isso não acontece com a banda larga, que faz a alteração de modo automático.

Velocidade de reparo

Se cada minuto de indisponibilidade ocasiona diversos contratempos para seu negócio, então o ideal é escolher a opção que permite uma retomada do serviço de forma rápida, em caso de problemas.

No link dedicado, serviço especificamente empresarial, o fornecedor responsável tem um tipo de obrigação na resolução rápida da questão para restituir o serviço. Em contrapartida, na banda larga, por ser mais destinada ao usuário de residências, as soluções perdem agilidade, podendo durar horas (e até mesmo dias) para manutenção.

Custo-benefício

Há também diferenças quando paramos para pensar no custo-benefício entre os dois modelos de conexão à rede. No IP dedicado, estrutura privada, é comum que o valor seja mais alto. Contudo, por oferecer uma infraestrutura própria para a empresa, as vantagens compensam e muito.

A banda larga apresenta um valor mensal e de instalação menor. No entanto, trata-se de uma conexão instável e que pode trazer sérios prejuízos, inclusive financeiros, em médio e longo prazo.

Link dedicado ou banda larga: qual opção escolher?

Contratar um link dedicado é, sem dúvida alguma, a solução final para o problema desagradável de inconstâncias na internet. Nesse modelo de conexão, não há obstáculos entre o roteador da corporação e o provedor de internet.

Ou seja, em vez de dividir as conexões e precisar disputar o sinal com um grande número de pessoas, a depender da quantidade de clientes do provedor, sua empresa garante acesso direto aos serviços que usa na internet.

Esse tipo de conexão é essencial para marcas que usam ferramentas cloud e precisam estar constantemente logadas. Além disso, é a melhor solução para companhias que mantém servidores locais que exigem acesso externo. Por fim, vale ressaltar que é assegurada a estabilidade da velocidade contratada para o uso em qualquer hora do dia, e não somente fora dos momentos de pico.

Lembre-se de que mais importante que o tipo de internet contratada e a velocidade da conexão é a escolha de uma parceria realmente especializada. Conte sempre com uma empresa capaz de disponibilizar uma navegação agradável e eficiente.

Nos últimos anos houve uma explosão de players no mercado, entregando diversas soluções em conexão com a internet. Porém, é preciso destacar que nem todos podem estar realmente adequados aos objetivos do seu negócio. Por conta disso, fazer uma escolha com atenção e cuidado é fundamental.

A Aloo Telecom, por exemplo, é uma empresa de telecomunicações especializada. Referência em qualidade, ela está sempre investindo no desenvolvimento de seu capital intelectual a fim de melhorar ainda mais a prestação de serviços aos clientes.

Agora você sabe responder a pergunta sobre a melhor opção entre link dedicado ou banda larga. De quebra, entendeu também que o link dedicado é excelente para as empresas que precisam de boa velocidade e alta disponibilidade de conexão. Não se esqueça de que seu negócio deve trabalhar com precisão e agilidade para se destacar da concorrência!

Quer continuar aprendendo? Aproveite e siga as nossas páginas nas redes sociais para acompanhar as novidades: estamos no Facebook, LinkedIn, Instagram, Twitter e YouTube esperando por você!

Powered by Rock Convert

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Receba conteúdos exclusivos da Aloo no seu e-mail!

Cadastre seu e-mail para receber nossos conteúdos exclusivamente.

Email registrado com sucesso

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.