Telemedicina

Telemedicina: qual sua importância no atual contexto brasileiro?

Powered by Rock Convert

A pandemia do novo Coronavírus vem provocando mudanças drásticas em diversos segmentos sociais. No setor de saúde, uma das principais alterações é a ampliação da telemedicina no Brasil.

Em abril de 2020, o presidente Jair Bolsonaro sancionou lei que permite a utilização desse recurso pelos médicos para o atendimento virtual aos pacientes e a emissão de receitas, desde que tenham assinatura eletrônica certificada.

A medida busca facilitar a interação dos pacientes com os profissionais de saúde, minimizando os riscos de transmissão da Covid-19. Neste post, destacamos detalhes sobre a telemedicina e os requisitos necessários para utilizá-la adequadamente. Confira!

Conheça o conceito de telemedicina

A telemedicina consiste em um recurso de Tecnologia da Informação e Comunicação (TI). Ela facilita a comunicação de médicos com pacientes e outros profissionais de saúde, visando a troca de opiniões.

Além disso, permite a transferência de exames, diagnósticos e laudos de forma digital, viabilizando o atendimento especializado em locais com carência de pessoal em determinada área médica.

O recurso também possibilita que os serviços médicos de alto nível estejam disponíveis em qualquer região do país. Assim, contribui para a universalização do atendimento médico e uma tomada de decisão mais qualificada sobre os procedimentos necessários para o tratamento dos pacientes.

Para a viabilização da telemedicina, é preciso empregar computadores e dispositivos móveis (smartphones, tablets etc.) com acesso à internet, sempre com alto nível de disponibilidade.

Benefícios

A facilidade de comunicação entre os profissionais de saúde é uma das vantagens mais marcantes dessa modalidade de atendimento. Dependendo da complexidade do caso, é possível que médicos, localizados em países diferentes, possam analisar a situação de um paciente e optar pelas melhores medidas com foco na recuperação.

Outro ponto positivo consiste no fato de os médicos, por exemplo, terem a possibilidade de aproveitar esse recurso para fazer especializações online. Assim, torna-se mais viável o cumprimento da agenda profissional, aproveitando o tempo disponível para garantir atualização.

Mais um benefício considerável, principalmente em tempos de pandemia, abrange a oferta de um atendimento qualificado sem a necessidade de os pacientes saírem de casa. Isso é um aspecto muito positivo para diminuir as chances de pessoas no grupo de riscos serem contaminadas pelo novo Coronavírus.

Veja como funciona

A telemedicina contempla os segmentos de educação, consulta e assistência. Além dos cursos e especializações, os profissionais de saúde podem acompanhar palestras e eventos online com a participação de grandes nomes da área médica.

No caso das consultas, cria-se um ambiente favorável para dois ou mais especialistas debaterem a respeito do diagnóstico correto para um paciente. A decisão acertada faz toda a diferença ao escolher o tratamento mais adequado, algo fundamental para a recuperação ser concretizada o quanto antes.

Com relação à assistência médica, a telemedicina permite que os pacientes recebam um acompanhamento mais efetivo. Assim, é possível avaliar a evolução do tratamento e verificar a possibilidade de aumentar ou reduzir a medicação.

Além desses procedimentos, a telemedicina ganha força por contar com a inteligência artificial. Trata-se de uma tecnologia que propicia a adoção de mecanismos valiosos para os médicos na observação do caso específico de cada paciente com base no cruzamento de informações (laudos, exames etc.).

À medida que os médicos têm acesso a dados mais precisos sobre a situação clínica de um indivíduo, crescem as possibilidades de eficiência do diagnóstico. Isso é crucial para o tratamento apresentar resultados positivos.

Fique atento à infraestrutura tecnológica

A telemedicina proporciona uma série de vantagens a pacientes, médicos, consultórios, clínicas e hospitais. Por outro lado, isso apenas pode virar realidade se houver bastante cuidado com a infraestrutura de TI.

Pensando no assunto, a seguir apontamos fatores importantes para esse recurso ajudar o trabalho dos profissionais de saúde de maneira consistente. Acompanhe!

Adoção de plataformas robustas

Na área médica, o acesso a exames, laudos e outras informações é frequente e exige agilidade. A aquisição de sistemas que facilitem esse processo, portanto, figura como um diferencial e tanto.

O ideal é investir em softwares de alto nível de usabilidade. Caso contrário, o recurso não oferece aos médicos as condições perfeitas para analisar, com rapidez, o quadro de um paciente.

Foco em segurança da informação

Proteger os dados dos pacientes e do estabelecimento de saúde deve ser prioridade máxima. O vazamento de informações pode causar prejuízos financeiros e de imagem a um hospital, além de constrangimento às pessoas.

Esse fator justifica o investimento pesado em equipamentos e sistemas que diminuam as probabilidades de ataques virtuais. Dependendo da situação, um hospital fica impossibilitado de prestar serviços, por algumas horas, devido a ações de cibercriminosos.

A segurança da informação, sem dúvida, é um mecanismo valioso para entregar um atendimento de qualidade ao público.

Auxílio de uma boa conexão de internet

O fluxo das informações é um fator cada vez mais relevante em diversos segmentos. No setor de saúde, essa realidade se nota de forma nítida. Por exemplo, um médico pode participar de uma videoconferência com um colega de profissão para analisar a situação de um paciente.

Para concretizar a situação, é imprescindível contar com uma conexão robusta de acesso à rede mundial de computadores. Além de alta velocidade, o ideal é que haja um alto nível de disponibilidade para evitar interrupções durante a comunicação.

É muito ruim para um profissional de saúde não ter condições de participar de uma reunião para debater um diagnóstico de um paciente porque o hospital está com problemas na conexão à internet.

Para isso não acontecer, é essencial contar com um provedor que disponibilize boa capacidade de atendimento e condições de prestar uma assistência técnica qualificada e ágil.

Investimento em armazenagem de dados

Hoje, os dados precisam ser de fácil acesso para os profissionais de saúde. Esse cuidado deve fazer parte da rotina de qualquer empresa do setor. Do contrário, a qualidade do atendimento pode acabar prejudicada.

Para não afetar negativamente os serviços, uma boa alternativa é investir nos serviços de computação na nuvem. Eles consistem em propiciar aos médicos, por exemplo, o acesso a resultados de exames em qualquer local com conexão à internet.

Dessa forma, é viável ter um acompanhamento mais efetivo do paciente. Isso colabora para o tratamento ser realizado da maneira adequada, o que facilita, como consequência, a recuperação.

O investimento estratégico em tecnologia é indispensável para a telemedicina virar realidade em estabelecimentos de saúde e contribuir para a qualificação do atendimento aos pacientes. Um modo de contar com recursos de TI de ponta diz respeito a parcerias com fornecedores experientes e qualificados, como a Aloo Telecom.

Se deseja usar a tecnologia com inteligência, entre em contato conosco agora mesmo: estamos à disposição para tirar todas as suas dúvidas! 

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Receba conteúdos exclusivos da Aloo no seu e-mail!

Cadastre seu e-mail para receber nossos conteúdos exclusivamente.

Email registrado com sucesso

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.