Dark fiber

Dark fiber: conheça agora mesmo essa tecnologia

Powered by Rock Convert

Em um cenário de operações cada dia mais globalizadas, pessoas e empresas dependem diretamente da qualidade e estabilidade das suas conexões, já que hoje os serviços e negócios prestados por meios online, por exemplo, têm uma grande representatividade no mercado.

Contudo, um dos grandes desafios enfrentados pelas empresas fornecedoras de serviços de telecomunicação é disponibilizar uma infraestrutura robusta, que comporte suas atividades, ofereça alta segurança e disponibilidade em equilíbrio com os custos, tudo isso de forma descentralizada, atendendo clientes nas mais diferentes localidades. É nesse ponto que o conceito de dark fiber se torna altamente estratégico.

Como veremos mais adiante, a dark fiber é uma modalidade de serviço que possibilita às empresas, especialmente as prestadoras de serviços de telecomunicações, expandir sua infraestrutura, cobrindo mais regiões e clientes, de forma a privilegiar a eficiência e estratégia de operações, a partir de contratos com outros players do ramo.

Continue a leitura e conheça melhor essa tecnologia e as suas principais vantagens, a partir das informações passadas pelo Sérgio Brito, Diretor de Tecnologia da Aloo Telecom!

O que é dark fiber?

De maneira simples, o termo dark fiber significa “fibra escura” ou “fibra apagada”. Na prática, ele se refere aos cabos de fibra óptica já instalados, mas que ainda não estão sendo utilizados na transmissão de dados — isto é, que ainda estão “escuros”, “apagados”.

Nesse sentido, muitas das empresas que operam no segmento de telecomunicações, ao projetar sua infraestrutura de rede, já a superdimensiona, deixando uma grande quantidade de cabos de fibra óptica ociosos, cuja função é justamente comportar aumentos de demanda futuros, evitando assim que sejam necessárias intervenções precoces na rede, como a instalação de novos cabos — o que tende a ser burocrático e demandar altos custos.

Assim, embora em um primeiro momento a presença de fibra apagada possa parecer um desperdício de recursos, na realidade esse é um conceito altamente estratégico, focado no atendimento de demandas futuras do mercado e na redução de custos das empresas de telecomunicação, que já projetam suas redes para atender aos avanços da comunicação.

Como a dark fiber funciona e quais são as suas principais indicações?

Visualizando a dark fiber sob a ótica de um serviço, é possível definir o seu funcionamento a partir de contratos e acordos comerciais que, no Brasil, ainda têm uma forte concentração entre as empresas de telecomunicação — embora em outros países esse serviço seja utilizado por empresas de diferentes ramos, como o logístico, educacional e médico.

Nesse segmento, a dark fiber é uma das alternativas encontradas pelas prestadoras para expandir a sua área de cobertura, utilizando “fibras apagadas” de outras operadoras, e que já estão devidamente instaladas, homologadas, licenciadas e prontas para a implantação de equipamentos de transmissão de dados.

Dessa forma, a partir da contratação do serviço de dark fiber, por exemplo, tanto as pequenas quanto as grandes companhias podem não só capilarizar sua rede e garantir escalabilidade aos serviços, mas também aumentar a qualidade das entregas, utilizando fibras ópticas ociosas pertencentes a outros operadores de telecomunicação, isso sem a necessidade de realizar novos e altos investimentos tampouco aumentar os custos operacionais.

Que vantagens a dark fiber proporciona?

O serviço de dark fiber, como já foi possível perceber, tem um forte apelo colaborativo. Nele, diferentes empresas do ramo de telecomunicações compartilham infraestruturas de rede a partir de contratos e parcerias. Essa prática, muito comum em países de primeiro mundo, já é bastante utilizada por aqui, dada as inúmeras vantagens que oferece não só às empresas, mas a sociedade de forma geral.

A seguir, destacamos algumas das principais vantagens que a dark fiber agrega no cenário das telecomunicações. Acompanhe!

Redução de custos e investimentos

Um dos efeitos positivos mais significativos da dark fiber é a redução de custos. Como nesse formato de serviço as empresas utilizam fibras já instaladas, ocorre uma redução direta na necessidade de investimentos na aquisição e instalação de backbones, por exemplo.

Em momentos de crise, como o atual, a dark fiber desponta como uma estratégia mais eficiente para que as empresas consigam manter a qualidade dos seus serviços e, ainda, consigam manter um planejamento de expansão da sua infraestrutura, isso sem a necessidade de ter que assumir altos custos ou dívidas.

Resposta rápida ao aumento de demanda

Um dos grandes benefícios da utilização da dark fiber é a possibilidade de as empresas conseguirem reforçar a sua infraestrutura de rede, atendendo a aumentos de demanda repentinos, de forma muito mais ágil.

Nesse ponto, vale considerar que a instalação de cabos de fibra óptica é um processo complexo e lento, que depende do atendimento de uma série de normas e de autorizações de órgãos públicos em diferentes esferas de governo.

Por essa razão, nem sempre é interessante para as empresas arcarem com os custos e desgastes comuns à instalação de redes próprias, encontrando uma solução muito mais viável e estratégica na dark fiber, onde a contratante já obtém a rede de fibras ópticas apagadas devidamente licenciadas imediatamente.

Expansão da área de cobertura e aumento da qualidade dos serviços

Outro ponto positivo das “fibras escuras” é o fato de que elas podem ser facilmente utilizadas pelas empresas como alternativa para expandir sua cobertura e aumentar a robustez dos seus serviços, a partir do reforço da banda disponível aos usuários.

O modelo de negócios de dark fiber permite que empresas de telecomunicações expanda suas operações e aumente sua capacidade de geração de receita de maneira infinitamente mais rápida. A troca ou “swap” de redes fibras ópticas apagadas permite início imediato da expansão de redes através de implantações de equipamentos de transmissão de dados e, com isso, o aumento de receita. Normalmente o prazo para construir estas redes de cabos de fibras ópticas, devidamente licenciadas, concomitantemente com a construção de infraestrutura e redes de transmissão de dados, levaria algo em torno de 6 meses a 1 ano para sua conclusão, ou seja, as empresas além de evitar estes investimentos e custos operacionais estariam rapidamente expandido rede e crescendo receita muito mais rápida e inteligentemente que se fossem construir toda a rede sozinha.

Como exemplo, uma empresa do Sudeste pode utilizar a dark fiber de outra que atua no Nordeste, garantindo um plano de expansão de cobertura nessa região. O mesmo raciocínio se aplica para o movimento inverso, em que uma empresa do Nordeste planeja prestar seus serviços também no Sudeste.

Nesse sentido, a dark fiber é um serviço colaborativo, que pode ser acessado não apenas por contrato, mas também por meio de acordos comerciais e parcerias, beneficiando ambas as partes envolvidas e, principalmente, o usuário final, que passa a ter acesso a mais serviços e serviços mais qualificados.

Maior flexibilidade nos investimentos

A dark fiber também agrega vantagem do ponto de vista da alocação estratégica de investimentos por parte das empresas de telecomunicação. Nesse sentido, por exemplo, prestadoras podem direcionar melhor os seus investimentos em infraestrutura, focando em locais onde ela não existe, utilizando, por outro lado, as “fibras escuras” em localidades onde houver essa disponibilidade.

Com isso, evita-se a concentração ineficiente de investimentos em determinadas áreas geográficas, como aquelas onde já existem redes disponíveis e suficientes para atender a demanda, direcionando-os para regiões em que ainda necessitam de melhorias, por exemplo.

Quais os diferenciais da dark fiber Aloo Telecom?

Por fim, quando se trata de serviços e soluções em gestão de telecomunicações, a Aloo Telecom se destaca no mercado, entregando uma gama variada de soluções, com alto padrão de qualidade e confiabilidade. E não é diferente com a dark fiber — que também é um dos serviços oferecidos pela Aloo.

Atualmente, a Aloo Telecom conta como cobertura de aproximadamente 36 mil quilômetros de fibras ópticas apagadas, atendendo clientes com os mais diferentes perfis de demanda, isso em diversos pontos do território. Confira, a seguir, a quantidade de cidades cobertas em relação ao total de municípios da UF:

  • Piauí: 1 das 224 cidades;
  • Ceará: 5 das 184 cidades;
  • Rio Grande do Norte: 13 das 167 cidades;
  • Paraíba: 6 das 223 cidades;
  • Pernambuco: 28 das 185;
  • Alagoas: 102 das 102 cidades;
  • Sergipe: 75 das 75 cidades;
  • Bahia: 35 das 417 cidades;
  • Espírito Santo: 1 das 78;
  • Rio de Janeiro: 6 dos 92 municípios;
  • São Paulo: 7 dos 645 municípios.

Em um cenário empresarial em que estar conectado faz toda a diferença para a competitividade e alcance dos serviços de uma empresa, investir em soluções e serviços que reforcem essa característica é, sem dúvida, garantir uma atuação alinhada com o mercado e com as tendências que já se mostram presentes na atualidade.

Então, tem interesse em aproveitar as vantagens que a tecnologia de dark fiber pode oferecer à sua empresa? Entre em contato hoje mesmo com a Aloo Telecom!

Powered by Rock Convert

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Receba conteúdos exclusivos da Aloo no seu e-mail!

Cadastre seu e-mail para receber nossos conteúdos exclusivamente.

Email registrado com sucesso

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.