Epon

Epon: conheça mais sobre essa tecnologia

Powered by Rock Convert

A Epon (Ethernet Passive Optical Network) consiste em uma das versões de rede PON (Passive Optical Network). Além disso, é uma evolução da arquitetura de rede ponto-multiponto e se caracteriza por viabilizar o serviço de fibra óptica para casas e prédios.

Esse aspecto mostra que essa modalidade de rede é uma das mais procuradas atualmente, pois grande parte dos usuários de internet estão concentrados em ambientes residenciais e comerciais. Se um provedor de internet pretende se destacar no mercado, ele deve analisar esse recurso com atenção.

Neste post, vamos destacar várias características dessa rede e como ela pode ser utilizada para gerar serviços de qualidade para o seu público-alvo. Confira!

Saiba mais sobre a Epon

Outro fator que torna essa tecnologia muito demandada no segmento de redes ponto-multiponto é a oferta de uma maior velocidade durante a transmissão de dados. A Epon tem uma capacidade de tráfego simétrico de 1,25 Gbps nas atividades de downstream e upstream.

A conexão de alta qualidade e a facilidade de gestão são mais pontos positivos dessa tecnologia, que apresenta diversas características, como:

  • atingir uma área de até 20 km;
  • apresentar um comprimento de onda de 1490nm para downstream e 1310nm para upstream;
  • contar com suporte para serviços de internet, o que contempla vídeos;
  • usar um cabeçalho físico durante a transmissão de dados de cada usuário no formato de um pacote de 1518 bytes;
  • empregar pacotes com padrão Ethernet;
  • adotar o tráfego no protocolo IP.

A comunicação da Epon tem como base a recepção do sinal de luz (óptico). Por isso, os equipamentos utilizados nessa estrutura não precisam de energia elétrica externa para o funcionamento.

Esse item contribui para dar mais segurança ao provedor, pois as chances de queimar um dispositivo são nulas, se houver algum problema na rede elétrica.

Veja como funcionam as redes Epon

As redes Epon apresentam uma estrutura definida pelo IEEE 802.3ah, com o controle sendo feito pelo protocolo MPCP (Multipoint Control Protocol) do padrão Ethernet.

Por ser uma rede passiva, a transmissão de dados é realizada pelas OLTs (Optical Line Terminal), que fazem o redirecionamento dos sinais ópticos aos splitters.

Os terminais de usuários (ONUs – Optical Network Unit) têm como atribuição integrar informações de áudio, sistema de segurança, sistema de automação e vídeo, que são transmitidas por apenas uma rede óptica passiva.

Na maioria dos casos, a OLT está em uma central de telecomunicações de uma companhia ou condomínio, que adota o PONLAN – Passive Optical Lan. Os provedores de internet colocam esse equipamento na central de operações ou em pontos de presença, situados nas cidades atendidas.

Em geral, a ONU é instalada no usuário final, mas pode ficar em pontos próximos aos clientes (FTTc) ou nas centrais de apartamentos (FTTa). As ONUs convencionais têm uma interface WAN tipo 802.3ah, mas podem apresentar mais interfaces tipo 802.3 para facilitar a conexão com os assinantes.

Conheça os benefícios da Epon para os provedores

Essa tecnologia é cada vez mais adotada no Brasil e no exterior por disponibilizar uma infraestrutura de rede de ótima qualidade, que se destaca pela elevada velocidade de conexão e pelas taxas altas para transmissão de dados.

A facilidade de instalação e o grande alcance propiciam a transmissão de dados, vídeo e voz por apenas uma fibra. O fato de não depender de energia elétrica para o funcionamento reduz bastante os riscos de falhas nos equipamentos após problemas no fornecimento de luz elétrica.

A Epon tem como um dos principais benefícios disponibilizar produtos de alta qualidade e de maneira mais acessível se compararmos com outras modalidades de rede, como a GPON.

Por ter um menor custo, ela é considerada uma solução perfeita para os provedores de qualquer porte que procuram uma rede mais descentralizada e com capacidade de contemplar vários assinantes.

Uma das vantagens da descentralização é a facilidade de fazer reparos rápidos na rede, fazendo com que os serviços tenham um alto nível de disponibilidade para o público-alvo.

É possível um provedor trabalhar com a Epon e a Gpon de maneira paralela, o que permite migrar os clientes aos pontos com tranquilidade.

Fique informado sobre as redes Gpon

A Gpon (Gigabit Passive Optical Network) se caracteriza pelo preço mais elevado e o alto nível de complexidade. Ela é indicada para os provedores de internet que têm uma grande base de clientes e de serviços.

Essa rede abrange a norma ITU-T G984 e contém uma série de detalhes, por exemplo:

  • adotar o GEM (GPON Encapsulation Method) para disponibilizar vários serviços;
  • encapsular dados de vários protocolos para efetivar o transporte;
  • apresentar pacotes que variam de 53 bytes a 1518 bytes;
  • contar com uma velocidade de 2.5 Gbps de downstream de 2.5 Gbps e de 1.25 Gbps de upstream;
  • atingir até 93% de eficiência na taxa de tráfego.

Para uma utilização inteligente da rede Gpon, é recomendado que haja um cálculo correto da quantidade máxima de usuários, considerando a banda oferecida. Essa iniciativa é vital para proporcionar uma alta qualidade na transmissão de dados.

Avalie qual dessas redes é melhor para o seu negócio

Uma maneira de acertar na escolha da rede é analisar qual delas se encaixa melhor ao estilo de negócio do provedor e a topologia de rede adotada nos projetos. As redes Epon têm como vantagem marcante contar com recursos tecnológicos modernos que oferecem uma diminuição de gastos com espaço e material.

Outro aspecto positivo envolve a facilidade de instalação e gerenciamento. As redes Epon e Gpon se caracterizam por enviar, durante o downstream, os pacotes dados ao mesmo tempo para as ONTs/ONUs.

No caso do upstream, as duas redes atuam com a multiplexação por divisão de tempo (TDM). Na Epon, cada ONT/ONU tem intervalos diferentes de tempo para a transmissão de quadros Ethernet para a OLT.

Com relação à Gpon, há uma diferença no formato do quadro de informação, que tem células ATM, responsáveis por dividir os pactos de dados de 53 até 1518 bytes. Nas duas redes, a velocidade do upstream é de 1.25 Gbps.

Em operações menores e com baixo nível de complexidade, a Epon apresenta resultados mais interessantes para os provedores. No entanto, caso haja muitos usuários dividido o sinal ou utilizando sites de streaming e TV digital, a melhor alternativa é a Gpon em virtude do desempenho obtido nessas situações.

A partir da análise do mercado e das necessidades dos consumidores, um provedor pode avaliar como implantar a rede Epon com eficiência ou por optar por outra modalidade de rede para oferecer serviços de boa qualidade.

Se você quer ficar informado sobre as tendências do mercado de redes no Brasil, assine a nossa newsletter agora mesmo! Informação de qualidade ajuda a decidir com mais inteligência e segurança!

 

 

 

Powered by Rock Convert

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Receba conteúdos exclusivos da Aloo no seu e-mail!

Cadastre seu e-mail para receber nossos conteúdos exclusivamente.

Email registrado com sucesso

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.