big data na prática

Como funciona o big data na prática? Veja a sua importância

Dados são poderosos. Quantas vezes você já escutou isso? Cada vez mais essa afirmação se fortalece no mercado. Empresas que sabem trabalhar com eles conseguem ter melhores resultados continuamente, identificar tendências e obter padrões de qualidade que conferem o máximo em eficiência e eliminação de erros.

Uma das formas de consegui-los é por meio do Big Data. Cada vez mais implementado nos negócios, o Big Data permite que os gestores consigam um grande volume de dados que permitem balizar suas decisões de forma mais acertada, continuamente.

Para que sua aplicação seja efetiva, porém, é fundamental que compreenda o que significa este conceito, como ele é aplicado, seus benefícios e vantagens para os negócios.

Vamos mostrar, neste artigo, como funciona o Big Data na prática. Boa leitura e aproveite o conteúdo!

O que é o Big Data?

Antes de entender como funciona o Big Data na prática, é fundamental compreender o seu conceito de forma geral. Esse termo usado em TI descreve o processo de obtenção de um grande volume de dados que existe no ambiente interno das organizações, sejam eles estruturados ou não.

A partir da análise desse grande banco de dados, torna-se possível ter insights importantes para seu negócio, bem como tomar decisões mais assertivas a longo prazo.

Ele abrange a coleta de dados, tanto internos quanto externos, suas respectivas análises, filtros, depurações e construção de informações após determinado período.

Seu conceito se baseia nos 5Vs a seguir:

  1. Variedade: os dados devem ser obtidos em diversas formas, tanto estruturados quanto não estruturados, em formatos como PDF, arquivos compactados, imagens, vídeos, documentos, entre outros;
  2. Volume: como o próprio nome sugere, também devem ser obtidos em alto volume e organizados por meio de uma série de fontes diversas. Essas fontes oferecem uma gama de informações que balizarão muitas decisões internas da empresa;
  3. Velocidade: sua obtenção e transmissão devem acontecer em alta velocidade. Esse ponto precisa ser considerado pela empresa, juntamente com o volume, para tornar o processo eficiente de fato;
  4. Veracidade: os dados coletados precisam ser reais, de forma que suas análises sejam confiáveis e possam, de fato, gerar informações que auxiliem seu negócio;
  5. Valor: esse alto volume de dados reais será sempre de grande valor para a corporação, principalmente quando forem devidamente analisados posteriormente, mesmo que se apresentem como não estruturados previamente.

Qual a importância do Big Data para o sucesso nos negócios?

Diante do que falamos acima, já podemos aferir sua importância: o Big Data é a forma mais eficaz de conseguir gerar dados suficientes para realizar análises minuciosas nos mais diversos setores da empresa e melhorar sua performance continuamente.

As informações obtidas a partir de dados são cada vez mais vitais para as organizações e isso pode ser comprovado por meio de algumas estatísticas interessantes:

  • a tendência é que em 2020 o volume acumulado de Big Data deva chegar a 44 trilhões de GB;
  • usuários do Facebook geram altos volumes de dados em suas atividades: 31,25 milhões de mensagens e 2,77 milhões de vídeos por minuto;
  • mercado de Inteligência Artificial (no qual o Big Data está inserido) movimentará US$ 36,8 bilhões até 2025.
  • o número de dispositivos inteligentes (que, consequentemente, geram fluxos de dados contínuos) deve ser maior de 50 bilhões de unidades (entre smartphones, Smart TV, entre outros integrados à Internet das Coisas (IoT), aumentando o volume de informações que podem ser coletadas, compartilhadas e analisadas.

Outra informação importante: segundo relatório do Gartner, uma das maiores autoridades na área de TI, o mercado de Big Data e Analytics pode atingir US$ 203 bilhões em 2020.

É possível perceber, assim, que existe uma forte tendência do mercado de utilização do Big Data, nos próximos anos, em empresas dos mais diferentes nichos.

Como funciona o Big Data na prática?

Para aproveitar todos os benefícios dessa ferramenta, é fundamental compreender como ela funciona na prática. Os referenciais podem ser obtidos de várias formas, tais como:

  • cliques em anúncios;
  • informações de dispositivos;
  • endereços de e-mail;
  • recomendações do Google;
  • reconhecimento facial;
  • localização;
  • dados de sistema operacional;
  • preenchimento de formulários, entre outros.

A partir das informações coletadas, é hora de saber como armazená-las. Elas podem ser incluídas em servidores físicos ou, então, na nuvem, de acordo com a política da sua empresa neste quesito.

Após a definição da forma de armazenamento, é hora de verificar como organizá-las. Nessa hora pode ser preciso contar com um profissional especializado, como um especialista em Big Data Analytics.

Por meio de procedimentos específicos, é possível realizar a organização em categorias, examinar os padrões e repetir verificações, gerando relatórios com análises comparativas de acordo com o verificado anteriormente.

Como o Big Data torna as empresas mais estratégicas?

A prática de aplicação correta do Big Data pode trazer uma série de benefícios para a criação de importantes estratégias empresariais. Quando aliado a outras ferramentas, como Cloud Computing, Business Intelligence (BI), Data Analytics, entre outras, potencializará consideravelmente seu negócio.

Utilizar as informações obtidas a seu favor é uma forma de conseguir melhores resultados. Mas não importa somente a quantidade ou a origem dos dados. Importa, muito mais, a forma como são interpretados e utilizados a longo prazo. É isso que torna o Big Data estratégico.

Lembre-se que o mercado está cada vez mais competitivo e, assim, sua empresa precisa passar por processos de aprimoramento constante para conseguir se destacar e conquistar melhores resultados.

Só é possível compreender todos os processos existentes através dos referenciais que os dados fornecem. Caso contrário, pode-se incorrer em imprecisões que, fatalmente, gerarão problemas e prejuízos para a empresa. Portanto, se deseja tornar os processos mais eficientes e estratégicos, é fundamental implementar o Big Data Analytics em seu negócio.

Ele permitirá a obtenção de um alto volume de dados factuais e uma análise detalhada, de forma organizada, que privilegiará a compreensão do contexto geral do seu negócio e a tomada de decisões que possibilitarão seu crescimento.

As outras práticas que, quando alinhadas com Big Data, tornam sua empresa ainda mais estratégica, são:

  • medição de engajamento dos seus colaboradores;
  • antecipação de tendências que possibilitarão a avaliação de quais produtos e serviços deve-se investir para conseguir melhores resultados;
  • cruzamento de dados para avaliar possíveis mudanças de estratégias, entre outros.

Entender como funciona o Big Data na prática é fundamental para que sua empresa consiga realizar uma implementação eficiente dessa ferramenta e possa melhorar os resultados.

Gostou deste conteúdo? Compartilhe-o em suas redes sociais para que seus colegas de profissão também leiam sobre o assunto!

Receba conteúdos exclusivos da Aloo no seu e-mail!

Cadastre seu e-mail para receber nossos conteúdos exclusivamente.

Email registrado com sucesso

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.